terça-feira, 22 de setembro de 2009

O DIA!

Penso que esse dia deveria ser muito além de não tirar o carro de casa.
.
Dois trechos de blogs que me fez pensar que o problema não é o carro! O problema são as faltas de opções na cidade (sejam infraestrutura ou transporte público) e a ideia de "status" que o automóvel proporciona...
.
No primeiro, o coisa parecida diz:
.
"...Ao ler o email, num primeiro, momento pensei que era uma grande futilidade alguém ficar feliz porque comprou um carro. Vejam bem, ando imersa em um mundo completamente diferente, com idéias e princípios que posso considerar contrários aos que tinha quando morava no Brasil e, portanto, meus pensamentos estão bastante radicais (dependendo do ponto de vista, óbvio).
.
Tenho carro, admito. Mas ele fica parado por semanas, já que vou para todo o canto em transporte público ou em bicicleta. E foi justamente quando estava pedalando em direção à Biblioteca Pública que pensei que sou bastante privilegiada por estar tendo a oportunidade de estar aqui e agora, ao invés de presa num engarrafamento com medo de ser assaltada. E me dei conta que durante anos estive dentro da mesma bolha que a minha amiga, onde não temos muitas opções, onde somos dominados por “forças” maiores... Ou seja, no Brasil não temos alternativas... Em Pelotas, minha cidade natal, muito menos. Ou tens um carro ou tens que depender de quem tem um.
.
O sistema de transporte público é horrível e as ciclovias, embora tenha um coletivo que lute pela sua implantação, ainda são um sonho difícil de alcançar. Não temos o direito de ir e vir, de andar por onde queremos a hora que for... Não podemos voltar caminhando para casa de madrugada, muito menos de ônibus. Assim que sim, ter um carro próprio é uma grande felicidade, e mais que isso, uma necessidade, infelizmente..."
.
.
Depois, numa twitada qualquer, descobri esse, o Ascendidamente:
.
"São Paulo precisa e pode ter um trânsito melhor, um transporte público eficiente e de ótima qualidade, muito mais ciclovias e ciclofaixas, um ar mais limpo e respirável e melhor qualidade de vida para todos que aqui vivem e trabalham!!!
.
O trânsito de São Paulo ocupa um tempo precioso de todos os que vivem, estudam e trabalham na cidade. Tempo precioso de nossas vidas, tempo que deixamos de fazer inúmeras outras atividades ligadas à cultura, ao lazer, aos estudos, à família e aos amigos, além do tempo que perdemos de sono e descanso..."
.
Hoje nas médias e grandes cidades, virou moda fazer o desafio intermodal, onde vários meios de transporte competem entre sí pra ver quem chega mais rápido ao destino, em menos tempo. Em São Paulo, uma bicicleta chegaou antes de um helicóptero. Em Joinville (veja o gráfico), a moto chegou antes.
.
Joinville daqui alguns anos, vai parecer uma cidade da Índia, tal a quantidade de motos pelas ruas e a desorganização de seu trânsito.
.
O futuro das cidades brasileiras passa pelo trânsito, isso se alguém não trancar o cruzamento!

Ah, eu deixei meu carro em casa. Como faço na maioria dos dias.


.

Um comentário:

Glenda Dimuro disse...

Ai em Joenville rola de andar de boke, né??? Mas tem ciclovia? Os caras respeitam ou tocam por cima?

Obrigado pela visita. Volte sempre!
Gostou? Tem mais nos arquivos!